O pastor e as cabras

Reza a lenda que o café foi descoberto no século IX, nas terras altas da Etiópia. A história conta que um pastor chamado Kaldi notou que as cabras ficavam mais ativas quando comiam os frutos de certa planta. E quando decidiu provar os tais frutos, também ele se sentiu com mais energia. O pastor levou alguns destes frutos a um monge, que começou a utilizá-los na forma de chá ao descobrir que esta bebida o ajudava a resistir ao sono durante os períodos de oração e meditação. Esta descoberta depressa se espalhou por vários mosteiros criando uma procura pelo café.

O pastor e as cabras
Cultivado no Lémen

Cultivado no Iêmen

Mesmo que esta lenda não passe de um mito, há provas de que o café começou por ser cultivado em mosteiros islâmicos no Iêmen.

A primeira cafeteria do mundo

O café foi levado até Constantinopla pelo Império Otomano, local onde foi fundada a primeira cafeteria do mundo.

A primeira cafetaria do Mundo
A chegada à Europa

A chegada à Europa

No séc. XIV, antes de chegar ao continente europeu, o café era chamado de “vinho da Arábia”, por ser apelidado pelos árabes de “qahwa” que significa “vinho”.

A fertilidade de Java

O café torrado, tal como o conhecemos hoje, surgiu por volta do séc. XVI. Nesta altura, os mercadores holandeses perceberam o seu potencial comercial e convenceram o seu governo a plantá-lo em Java, quando a ilha estava sob domínio holandês. A fertilidade do sol e as excelentes condições climáticas produziam colheitas abundantes que iam respondendo à crescente procura.

A fertilidade de Java
Nas Américas

Nas Américas

Rapidamente o café foi levado para as Índias Ocidentais e depois para a América do Sul, onde foi cultivado de forma extensiva.

Nos dias de hoje...

Hoje em dia, grande parte do café que consumimos é proveniente da América do Sul, da África e da Ásia.

Em média, estima-se que, no mundo inteiro, sejam consumidos 2 bilhões de quilos de café por ano.

Nos dias de hoje...